Procurar
Feche esta caixa de pesquisa.

O papel da rugosidade superficial na melhoria do desempenho do produto

A rugosidade superficial não é algo que podemos ignorar na fabricação industrial. Ditar a funcionalidade e a estética e desempenhar um papel vital na determinação do desempenho do produto acabado está ao seu alcance.
HITOP / Blogue / <a href="https://hitopindustrial.com/pt/rugosidade-da-superficie-para-melhorar-o-desempenho-do-produto/" title="O papel da rugosidade superficial na melhoria do desempenho do produto">O papel da rugosidade superficial na melhoria do desempenho do produto

A rugosidade superficial não é algo que podemos ignorar na fabricação industrial. Ditar a funcionalidade e a estética e desempenhar um papel vital na determinação do desempenho do produto acabado está ao seu alcance. Esta ideia é crucial para compreender como as coisas funcionam em aplicações práticas e como os clientes finais as veem. É frequentemente desconsiderado.

Quando se fala em desempenho, termina definindo a longevidade de um produto. O grau de suavidade da superfície afeta vários fatores, incluindo fricção, resistência ao desgaste e capacidade de formar ligações ou revestimentos.

Superfícies ásperas podem levar a maior atrito e desgaste mais rápido, enquanto uma superfície muito lisa pode não aderir bem em aplicações específicas. Portanto, isso nos obriga a controlar a rugosidade da superfície para garantir que os produtos atendam às especificações pretendidas, tenham um desempenho confiável e uma vida útil prolongada. Compreender e gerenciar a rugosidade superficial é fundamental para o controle de qualidade nos processos de fabricação.

Compreendendo a rugosidade da superfície: uma visão geral

A rugosidade superficial é caracterizada pela presença de pequenos picos e vales na superfície de um produto em nível microscópico. Esta textura resulta do processo de fabricação, seja usinagem, fundiçãoou outro método.

Parâmetros como rugosidade média (Ra), raiz quadrada média (RMS) ou profundidade máxima de rugosidade (Rz) são normalmente quantificados para medir a rugosidade da superfície. Essas medições ajudam a entender o quão lisa ou texturizada é uma superfície, influenciando fatores como atrito, resistência ao desgaste e adesão. É uma propriedade crucial a ser considerada na engenharia e na fabricação, pois marca significativamente o desempenho e a estética do produto acabado.

A Ciência da Rugosidade Superficial na Moldagem:

Parâmetros de rugosidade superficial
Parâmetros de rugosidade superficial

A rugosidade superficial na moldagem não é apenas um subproduto do processo de fabricação; é uma escolha deliberada de engenharia que afeta a funcionalidade e a estética do produto final. Um molde meticulosamente elaborado com o acabamento superficial apropriado pode melhorar significativamente o desempenho do produto, reduzindo o atrito, evitando problemas de adesão e garantindo o fluxo adequado do material durante a moldagem.

Dentro do contexto de moldagem por injeção, a rugosidade da superfície pode determinar o quão bem as peças moldadas são liberadas do molde, afetando os tempos de ciclo e a eficiência da produção. O acabamento superficial pode afetar as propriedades mecânicas e a durabilidade das peças funcionais, como engrenagens ou componentes de alta precisão.

Alta qualidade visual é necessária para componentes de engenharia usados em aplicações eletrônicas de consumo e automotivas, uma vez que esses componentes impactam diretamente a satisfação e a percepção do cliente. É necessária uma compreensão avançada das qualidades dos materiais e das técnicas de moldagem para atingir o equilíbrio perfeito entre uma qualidade de superfície que seja visualmente atraente e funcionalmente aceitável.

Várias ferramentas e técnicas pode ser usado para garantir o nível necessário de rugosidade superficial. Isso é crucial para que os lotes de produtos fabricados sejam consistentes e de alta qualidade.

Medindo a Rugosidade da Superfície: 4 Principais Técnicas

A medição da rugosidade superficial é essencial para manter o desempenho e a qualidade do produto. Existem quatro métodos principais usados para determinar a rugosidade de uma superfície:

  • Sistemas de contato direto: 
Técnica de medição de rugosidade por contato direto
Técnica de medição de rugosidade por contato direto

Também é conhecido como sistema tátil ou baseado em perfilômetro, usando uma caneta que interage fisicamente com a superfície medida. A caneta é traçada na superfície; como os diamantes são duráveis e duros, a maioria das canetas possui pontas de diamante. Ele envia dados para um transdutor, transformando o movimento físico em um sinal elétrico à medida que se move pelos picos e vales. A rugosidade da superfície é então representada pela quantização deste sinal.

Esses dispositivos medem uma ampla variedade de texturas de superfície e são muito adaptáveis. Eles têm certos limites, no entanto. A caneta pode desgastar-se com o tempo, alterando potencialmente a precisão das medições. Além disso, a natureza de contato da medição significa que ela é inadequada para superfícies extremamente macias ou elásticas, pois a caneta pode danificá-las.

  • Sistemas sem contato: 
Técnica de medição de rugosidade sem contato

Esta técnica é frequentemente baseada em princípios ópticos e utiliza luz, como lasers ou luz branca estruturada, para capturar a topografia de uma superfície sem contato físico. Esses sistemas empregam câmeras ou outros sensores para detectar o reflexo da luz após projetar um padrão de luz na superfície. A rugosidade da superfície é então determinada analisando as variações no padrão de reflexão.

Esta técnica é excelente na medição de superfícies delicadas ou altamente refletivas onde os métodos de contato podem falhar. Mas, dependendo do material e das suas características ópticas, os sistemas ópticos podem ser sensíveis; portanto, pode ser necessária calibração ou compensação para obter resultados precisos.

  • Gráfico de comparação: 
Gráfico de comparação de rugosidade superficial

Esta técnica de medição de rugosidade envolve o uso de comparadores de rugosidade superficial, que são conjuntos de amostras padronizadas com valores de rugosidade conhecidos. Pode-se estimar a rugosidade de uma superfície comparando-a visual e tátil com esses pontos de referência.

Embora as abordagens de comparação não sejam tão precisas quanto os procedimentos diretos ou sem contato, elas são, no entanto, uma alternativa rápida e acessível a equipamentos complexos para avaliar a qualidade da superfície.

  • Monitoramento em processo: 

Envolve a integração de sistemas de medição dentro do próprio equipamento de fabricação. Esses sistemas fornecem dados em tempo real sobre a rugosidade da superfície, permitindo ajustes imediatos durante a produção.

Este tipo de monitoramento é crucial para indústrias de alta precisão onde a manutenção da qualidade da superfície é essencial para a integridade do produto. Para aumentar a precisão e o poder preditivo, os sistemas em processo utilizam cada vez mais tecnologias de ponta, como inteligência artificial, visão mecânica e sensores de contato ou sem contato.

Cada sistema desempenha um papel vital no controle e garantia de qualidade na fabricação moderna. A seleção de um sistema específico depende de muitos fatores, incluindo o material que está sendo medido, a precisão necessária, a natureza da superfície e as considerações econômicas do processo de medição.

Ferramentas para medir a rugosidade da superfície:

  1. Perfilômetros de caneta estão entre os instrumentos mais comuns para medir a rugosidade superficial. Eles arrastam uma sonda com ponta de diamante, ou caneta, pela superfície. A caneta se move para cima e para baixo sobre as irregularidades da superfície e esses movimentos verticais são registrados para produzir um perfil de superfície.

Os dados coletados são analisados para cálculo de diversos parâmetros de rugosidade, incluindo Ra (rugosidade média), Rz (altura máxima do perfil) e outras medidas estatísticas. A perfilometria da ponta é amplamente reconhecida por seu alto nível de precisão e confiabilidade. No entanto, por ser um método de contato, tem potencial para danificar superfícies macias ou delicadas. Não é adequado para medir superfícies rugosas devido a restrições geométricas da ponta.

  1. Perfilômetros ópticos medir a rugosidade da superfície usando luz, por meio de varredura a laser ou interferometria de luz branca. Esses instrumentos projetam um feixe de luz na superfície e medem a luz espalhada de volta ao sensor. As mudanças de fase e intensidade na luz refletida são analisadas para criar um mapa topográfico detalhado da superfície.

Este método é sem contato, evitando possíveis danos à amostra, e pode medir rapidamente grandes áreas. Esses perfilômetros também podem medir superfícies muito macias, pegajosas ou fluidas para métodos táteis. A desvantagem é que materiais transparentes ou altamente refletivos podem, às vezes, representar desafios para os sistemas ópticos, levando a erros de medição.

  1. Varredura a laser emprega um sensor de deslocamento a laser que projeta um ponto ou linha de laser na superfície. O sensor então mede o tempo que a luz leva para retornar a ele, que muda conforme o laser se move sobre picos e vales.

Os scanners a laser são rápidos e podem medir longas distâncias, o que os torna adequados para grandes componentes ou medições que precisam ser feitas em uma máquina ou montagem. Também são sem contato, evitando danos à peça. No entanto, assim como a perfilometria óptica, eles podem enfrentar certos tipos de materiais e condições de superfície.

  1. Microscopia de Força Atômica (AFM) é um tipo de microscopia de varredura por sonda que fornece medições em escala nanométrica da rugosidade da superfície. Ele usa um cantilever com ponta afiada que examina a superfície. A deflexão do cantilever é medida à medida que a ponta se move sobre a superfície, fornecendo um mapa topográfico em nível atômico ou molecular. O AFM é extremamente sensível e pode medir propriedades mecânicas, magnéticas e químicas de superfícies, além de sua topografia.

Cada método tem suas vantagens e limitações, e a escolha do método depende frequentemente dos requisitos específicos da tarefa de medição. Fatores como resolução, velocidade, área de medição e propriedades físicas da superfície desempenham um papel na determinação da técnica mais apropriada.

Símbolos e abreviaturas de rugosidade superficial:

Ra (rugosidade média) quantifica os desvios médios de altura em toda a superfície. É calculado calculando a média dos valores absolutos dos desvios individuais da linha central, proporcionando uma visão abrangente da textura da superfície.

Rz (profundidade máxima de rugosidade) significa a extensão vertical entre o pico mais alto e o vale mais baixo na superfície. Oferece uma perspectiva de profundidade máxima, o que é crucial para a compreensão das irregularidades gerais da superfície.

RMS (raiz quadrada média) é a raiz quadrada da média dos desvios quadrados da linha central. Ele encapsula a raiz quadrada média dos desvios da superfície, oferecendo uma avaliação mais sutil da rugosidade da superfície.

Sm (espaçamento médio) mede a distância média entre picos adjacentes, fornecendo informações sobre a frequência das características da superfície. Indica a disposição espacial das irregularidades, contribuindo para uma compreensão detalhada da textura da superfície.

Comprimento de corte refere-se ao tamanho da superfície sobre a qual as medições de rugosidade são feitas e calculadas a média. No contexto de um perfilômetro, é a seção da superfície que a caneta atravessa para adquirir os dados necessários para calcular os parâmetros de rugosidade.

Na terminologia americana, CLA (Centerline Average) é equivalente a Ra (Roughness Average). É a altura média aritmética das irregularidades a partir da linha média medida dentro do comprimento de amostragem. A linha média é a linha que corta o perfil ao meio, de modo que a soma das áreas delimitadas pelo perfil acima da linha seja igual à soma abaixo dela.

Textura de superfície básicaClassificação máxima de espaçamento de ondulação (C). Especifique em polegadas ou mm. Barra horizontal adicionada ao símbolo básico.
Valores médios de rugosidade (A). Especificado em mícrons, micrômetros ou números de grau de rugosidadeSímbolo leigo (E)
Valores médios máximos e mínimos de rugosidade (A), especificados em micropolegadas, micrômetros ou números de grau de rugosidadeComprimento de amostragem de rugosidade ou classificação de corte (D). Quando nenhum valor for mostrado, use. 03 polegadas (0,8mm)
Classificação máxima de altura de ondulação (B) especificada em polegadas ou mm. Uma barra horizontal foi adicionada ao símbolo principal.Tolerância de usinagem (F) especificada em polegadas ou mm
Textura de superfície básicaClassificação máxima de espaçamento de ondulação (C). Especifique em polegadas ou mm. Barra horizontal adicionada ao símbolo básico.
Valores médios de rugosidade (A). Especificado em mícrons, micrômetros ou números de grau de rugosidadeSímbolo leigo (E)
Valores médios máximos e mínimos de rugosidade (A), especificados em micropolegadas, micrômetros ou números de grau de rugosidadeComprimento de amostragem de rugosidade ou classificação de corte (D). Quando nenhum valor for mostrado, use. 03 polegadas (0,8mm)
Classificação máxima de altura de ondulação (B) especificada em polegadas ou mm. Uma barra horizontal foi adicionada ao símbolo principal.Tolerância de usinagem (F) especificada em polegadas ou mm

Gráfico de conversão de rugosidade superficial:

Um gráfico de medição de rugosidade superficial é um guia de referência para determinar a qualidade do acabamento superficial de peças usinadas. Ele normalmente exibe uma variedade de graus de textura de superfície com valores correspondentes que representam a rugosidade média (Ra) ou outros parâmetros como raiz quadrada média (RMS), profundidade máxima de rugosidade (Rz) e espaçamento médio de irregularidades de perfil (Sm). Esses parâmetros são medidos em micropolegadas ou micrômetros e refletem a altura das irregularidades em uma superfície.

(micrômetros)(micropolegadas)RMS(micropolegadas)CLA(N)Rota(mícrons)NComprimento de corte(polegadas)
0.0050.20.220.20.04310.003
0.010.40.440.40.0820.003
0.020.81.60.80.1830.003
0.0522.220.520.01
0.144.440.830.01
0.288.881.240.01
0.41617.616250.01
0.83232.532460.03
1.66364.363870.03
3.2125137.51251380.1
6.32502752502590.1
12.550055050050100.1
Tabela 2: Gráfico de conversão de rugosidade superficial conforme DIN/ISO 1302.

Conclusão:

A rugosidade da superfície é um parâmetro vital que afeta a funcionalidade e a vida útil de um componente. Medição e controle precisos são essenciais em indústrias onde a precisão é fundamental. É aqui que HiTop Industrial entra em ação. Somos uma solução completa para serviços de moldagem por injeção, onde manter a qualidade de superfície desejada não é uma aspiração, mas um dado adquirido. 

Unimos expertise com praticidade para transformar seus conceitos em excelência tangível, garantindo que cada superfície atenda às suas especificações, desde as texturas mais robustas até os melhores acabamentos. Contate-nos hoje e deixe sua visão atingir toda a sua dimensão.

Perguntas frequentes:

Q1: Qual é a diferença entre rugosidade e ondulação?

A rugosidade é a textura superficial mais fina com pequenos desvios espaçados, enquanto a ondulação é um movimento mais amplo e espaçado na superfície. A ondulação pode ser causada pela deflexão da máquina ou da peça, vibração ou processos de tratamento térmico.

Q2: Existem classificações padrão para rugosidade superficial?

Existem vários padrões internacionais, incluindo ISO e ANSI, que classificam a rugosidade superficial e fornecem diretrizes para métodos de medição e valores aceitáveis para diversas aplicações.

Q3: A rugosidade da superfície pode ser controlada durante a fabricação ou é apenas mensurável na pós-produção?

A rugosidade da superfície pode ser controlada durante a fabricação selecionando cuidadosamente os parâmetros de usinagem, como velocidade da ferramenta, taxa de avanço e tipo de ferramenta usada. Os sistemas de monitoramento durante o processo também podem medir e ajustar a rugosidade em tempo real para garantir que o acabamento superficial atenda aos critérios especificados.

Q4: Existe uma relação entre rugosidade superficial e resistência à corrosão?

Sim, a rugosidade da superfície pode afetar a resistência à corrosão. Superfícies ásperas fornecem mais área para o ataque de agentes corrosivos e podem reter partículas ou umidade que promovem a corrosão. Acabamentos mais suaves normalmente oferecem maior resistência à corrosão, apresentando menos fendas e uma área superficial reduzida para processos de corrosão.

P5: Quais capacidades de fabricação de moldes a HiTop Industrial oferece?

Somos especializados não apenas em prototipagem, mas também na fabricação precisa de moldes. Nossa capacidade de levar seu projeto desde o conceito inicial, passando por uma análise detalhada de viabilidade, até a criação de moldes que atendam a rigorosos padrões de qualidade, demonstra nossa promessa de serviço de ponta a ponta. Seja um rascunho em um guardanapo ou um design CAD completo, garantimos que seus moldes sejam elaborados com perfeição e prontos para produção em massa com nossas instalações de ponta.

P6: A HiTop Industrial está equipada para produzir peças de alta precisão que requerem acabamentos superficiais específicos?

Na verdade, a HiTop Industrial se destaca na fabricação de peças de alta precisão adaptadas às especificações exatas de rugosidade de sua superfície. Nosso avançado ecossistema de fabricação, complementado por rigorosas medidas de controle de qualidade, garante que cada peça atenda às tolerâncias exigidas. 

Nosso compromisso com a precisão abrange todas as etapas, desde o projeto inicial até o produto final, garantindo componentes que se adaptam perfeitamente à sua montagem e funcionam perfeitamente em sua aplicação.

Artigos relacionados

Índice

Postagem relacionada

Portuguese

Contate-nos hoje, receba uma resposta amanhã

Você tem dois métodos para fornecer arquivo(s)

Nota: Suas informações/arquivos serão mantidos estritamente confidenciais.

Olá, sou Sparrow Xiang, COO da empresa HiTop, eu e minha equipe ficaremos felizes em conhecê-lo e saber tudo sobre seu negócio, necessidades e expectativas.